Entrando na Nave de Matéria Escura

Quem-somos-nós,-afinal-wowbaggers Comunicado

Quem somos nós, afinal?

 

COMUNICADO WOWBAGGERS!

Basicamente, uma explicação básica para retratar nossas metas, e definir o que planejamos para o podcast.

Esperamos entregar o melhor tipo de conteúdo para vocês, jovens exploradores desse universo gigantesco.

Um agradecimento a todos os outros podcasts da podosfera.

E outro a diversos canais em diversas mídias por aí.

E também a vocês que acreditam na nossa proposta.

Então, até logo e obrigado pelos peixes!

Imagem: aLison Belo

VERSÃO DO COMUNICADO EM TEXTO

Saudações infinitamente prolongadas!

Aqui estamos nos apresentando mais uma vez com um importante adendo antes das gravações das primeiras pautas, e explicando também o que pretendemos com essa budega toda:

A princípio, explorando algumas ideias, conseguimos ver o quanto a mídia de um podcast é inspiradora e útil, porém tão imersa em um nicho; além disso, muitos vídeos de conteúdo extremamente interessante no YouTube acabam sendo deixados de lado para conteúdos que na realidade, pode não acrescentar tanto quanto gostaríamos. Sem contar em nosso desespero como estudantes e pesquisadores de tudo que tem por aí, quando vemos que a maior parte de todo o conteúdo acadêmico e útil na internet tá completamente imersa em páginas e mais páginas de teses e de milhares de dados onde precisamos averiguar fontes, procurar citações, reler os livros, isso quando encontramos tudo que precisávamos em nosso próprio idioma. A pior parte disso, nem é o trabalho em si (é sempre bom aprender a se virar e conseguir encontrar as coisas que procura), mas sim o quão próximo tudo isso está da gente e das coisas que consumimos e compartilhamos no dia a dia, e na verdade poucos percebem. As teorias políticas e de natureza humana em The Walking Dead, o Übermensch em Rick and Morty, o conceito do poder de dissuasão da Estrela da Morte em Star Wars, as definições de tempo em De Volta para o Futuro (tentando abordar vários paradoxos) e até a Jornada do Herói em praticamente tudo que envolve Hollywood, esta, que também tem um pé muito atolado no meio da Cabala.

E, enquanto tudo isso for o universo explorável, sempre parte das nossas vidas, e oferecendo algo tão importante, nós todos acabamos agimos mais ou menos como age Bowerick Wowbagger, personagem do Guia do Mochileiro das Galáxias: só xingando tudo e todos gratuitamente mesmo.

Acho que de certa forma, todos temos um pouco de Wowbagger, então este nome foi adotado. Vestindo a grande carapuça do Infinitamente Prolongado, e dispostos de seu grande humor negro, vamos ver o que esse universo tem pra nos dizer (e o que a gente consegue insultar vez ou outra também, claro).

Somos pequenos, ainda. Três retardados sem razão nenhuma pra botar a vida pra frente, no grande mal do século. Mas, imersos no existencialismo presente até no próprio personagem, moldamos nossa essência a partir de nossa existência, e apesar de não sermos capazes de uma grande influência e causos divertidos, sermos capazes de dar aulas, de entender de todas as formas de tecnologia possível, saber de tudo de mais recente, de conseguir divertir até te fazer rolar de rir, ou mesmo entender das coisas mais sinistras, estamos sempre tentando aprender com todos os maiores mestres (que no texto não daria tanto espaço para citar, mas fica o abraço no coração de todos, onde seremos sempre tão gratos por toda a inspiração e ajuda).

Tentaremos abordar das mais simples, porém densas formas possíveis, de diversos ângulos por semana, num tema escolhido para cada mês. Confuso? É, não sei. Achamos que poderia ficar legal. Vamos testar assim, e fazer da forma mais direta também, com as fontes, livros e pesquisas sempre no post no site (já avisado, pra quem quiser usar de forma mais acadêmica - ou curiosa mesmo - alguns detalhes que encontrarmos). E, futuramente, continuaremos nosso trabalho em vídeo também, além de outras novidades que estamos preparando para o futuro… (mas como somos pobres e burros, vamos começar devagarinho só com o pod mesmo, beleza, meu povo? Vão com calma, por favorzão haha).

Daqui a pouco estará saindo o podcast em seu feed, e nos vemos em breve. Perdoa nossos vacilos, e não desiste da gente não. 🙂

Então, até logo, e obrigado pelos peixes.

  • Criador de universos na própria cabeça, pentelho desde 95, palpiteiro internacional como todo bom graduando em R.I. Como dizia Galilei, "amei as estrelas com muito carinho para ter medo da noite". Leitor relativamente preguiçoso, mas interessado em tudo: do oculto à História, de ficção à física.
    Buscando algum sentido nessa vida mergulhada em sarcasmo, mas gentil na maior parte das vezes. Seria uma boa pessoa, se os seres humanos não fossem caóticos por natureza (realista feelings).

    Lucas Gabriel
    Luke
  • Discípulo de Mestre Kame, com senso de humor do Senhor Kaiô: quem sou eu? Quer mesmo saber? Tenho ensino médio técnico em informática sem saber rodar uma linha de código direito! Curso Letras, sou contista, cronista e poeta (diria que até romancista) NAS HORAS VAGAS. Otimista que sou eu, procuro tirar do dó (C) o sol (G) cheio de esperança, enquanto toco melodias na minha ocarina. Não sou 42, mas com certeza junto aos outros baggers me transformo na resposta pra sua falta de entretenimento.

    Léo
  • Um Góteko com a altura de um Hobbit e 70 kilos de pura gostosura localizada em um corpo puro e castro (OU SERÁ QUE NÃO?). Esse marqueteiro formado é o maior 'não-NERD' que você vai conhecer. Também sou designer e storyteller, por isso café é meu elixir dos deuses, se somado com 40 minutos de domínio do controle da TV e uma pizza: viro a melhor pessoa do mundo.

    aLison Bah
    Alison Bah